Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

uso externo

uso externo

02
Jan18

Como será 2018?

Ricardo Jorge Pereira

«A geopolítica diz-nos que os países têm interesses fundamentais no presente mas que a sua importância pode mudar com o tempo e com as circunstâncias. A geopolítica não dita a ‘resposta’. Esta compete à política e os seus agentes tornam-se, pois, importantes».

Concordo com o ponto de vista adoptado pela declaração que, há dias, li.

Esta leva-me, no entanto, a reconhecer que o protagonismo que alguns líderes políticos demonstraram em 2017 não deverá mudar significativamente em 2018.

Perante os exigentes desafios que se imporão, também no ano que agora se inicia, – as alterações climáticas, sobretudo, e tudo o que originam e ‘incentivam’ como as fomes, as migrações, o terrorismo e as guerras, por exemplo – não me parece que essa ausência de mudança seja, uma vez mais, positiva.

Mas (servindo-me de palavras proferidas pelo galardoado com o prémio Nobel da física Niels Bohr), «Prever é complexo, sobretudo o futuro»...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D