Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

uso externo

uso externo

04
Out17

Emigração e imigração

Ricardo Jorge Pereira

Miriam Halpern Pereira, investigadora, referiu na sua obra “A política de emigração: 1850-1930” - publicada em 1981 -, que o emigrante estava longe de imaginar que constituía um “peão” na política dos países implicados no seu destino.

Mas, o que é um «emigrante»?

E um «imigrante»?

Emigrar é sair, temporária ou definitivamente, do país de onde se é natural (e/ou nacional).

Imigrar é, por outro lado, entrar e fixar-se, temporária ou definitivamente, num outro país de que se não é natural (e/ou nacional).

A mesma diferenciação aplica-se, assim, aos respectivos ‘derivados’ como emigrante/imigrante ou emigração/imigração.

Tome-se o exemplo de um cidadão português que vá para França: se, para as autoridades portuguesas, ele é um «emigrante», para as autoridades francesas, ele é um «imigrante».

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D