Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

uso externo

uso externo

12
Fev18

Portugal e Colónia do Sacramento

Ricardo Jorge Pereira

«As autoridades políticas da China pretendem ‘aumentar’ as relações com o Uruguai.».

Após ter lido sobre o desejado incremento dos laços políticos e económicos da China com mais um país sul-americano recordei-me de um documento que, há já alguns anos, me tinha sido enviado por um dirigente da Câmara Municipal de Guimarães que tomo, agora, a liberdade de reproduzir.

 

 

«Acordo de Geminação entre as Cidades de Guimarães – Portugal

e

Colónia do Sacramento – Uruguai

 

Considerando os laços que sempre uniram a Europa e a América do Sul e particularmente os países de civilização latina dos dois continentes;

 

Considerando o desejo comum de promover a cooperação entre a União Europeia e os Estados Sul-Americanos;

 

Considerando o especial papel que Portugal pode desempenhar no estabelecimento dessa cooperação;

 

Considerando o significado da Cidade de Guimarães, primeira Sede de Governo de Portugal e a experiência já adquirida em anteriores acordos de geminação;

 

Considerando a vontade da Cidade de Colónia do Sacramento em estabelecer um relacionamento estreito e cooperante com uma cidade da União Europeia;

 

O Senhor Dr. António Magalhães, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, e o Senhor Dr. Carlos Moreira Reisch, Intendente do Departamento de Colónia,

 

 

Proclamam a irmanação das duas cidades e resolvem:

 

1. estimular o intercâmbio de informação e de experiência inclusive mediante visitas recíprocas de alto nível, alternadas ou não, em todas as matérias relacionadas com a gestão das duas cidades;

2. esforçar-se em promover ou auxiliar a promoção de intercâmbio cultural, artístico, musical e turístico entre as duas Cidades e suas respectivas administrações, com vista a desenvolver o conhecimento recíproco das suas actividades em todos esses campos;

3. prestar, no tocante à Administração Municipal, qualquer assistência que uma parte solicite à outra ou que uma se julgue em condições de oferecer à outra, mediante prévia definição dos objectivos a serem alcançados.

 

 

Este acordo é feito em dois textos originais em língua portuguesa e espanhola e entra em vigor à data da sua assinatura.

 

Em Colónia do Sacramento, aos seis do mês de Dezembro de 2000.»

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D