Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

uso externo

uso externo

06
Out17

Portugal, país racista?

Ricardo Jorge Pereira

A sala Luís Miguel Cintra do São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa, estreou ontem, 5 de Outubro, a peça “Os Negros” (do dramaturgo francês Jean Genet).

Lembrei-me, a propósito desta exibição teatral, da emissão do programa televisivo Prós e Contras que o canal 1 da estação RTP transmitiu em meados de Julho passado já que nele se pretendeu dar uma resposta à pergunta «Portugal é um país racista?».

Relembro, por isso, as palavras iniciais da apresentadora do programa: «O conceito de racismo tem um largo trajecto histórico desde o primeiro contacto das raças até aos nossos dias. Se, no início, a própria ciência contribuiu para a base e elaboração, hoje, o conceito de racismo sustenta-se, cada vez mais, na ideia de diferença e incompatibilidade de culturas. Por outro lado, os níveis de racismo podem ser vários, dependendo de diversos factores (entre eles, os quadros legislativos de cada nação). Mais frequente é a discriminação racial ou de outra índole. (…). Será o Portugal de hoje, no século XXI, multicultural e – na frase do maior patologista do mundo, Manuel Sobrinho Simões, «descendente de uma notável mistura de genes» numa alusão clara aos caminhos que a nossa história percorreu, será que Portugal é, hoje, um país racista?».

Compreendo que se diga que «hoje, o conceito de racismo sustenta-se, cada vez mais, na ideia de diferença e incompatibilidade de culturas».

Compreendo mas não concordo.

Penso que o que motiva o racismo é a aparência física do ‘Outro’.

Ou, como dizem os antropólogos, o fenótipo.

A cor da pele.

Digo assim: o sentimento ‘clássico’ racismo baseia-se, sobretudo, na aparência física (na cor da pele) do outro indivíduo (seja ele quem for) e só depois na tal diferença cultural.

E, como não concordo com a bondade das generalizações, tenho muitíssimas dificuldades em aceitar a validade científica da pergunta «Portugal é um país racista?»: Portugal é, sim, um país onde vivem pessoas que acreditam nas virtudes do racismo.

Como, de resto, muitas pessoas originárias de países da América, de África, da Europa, da Ásia e da Oceânia...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D