Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

uso externo

uso externo

23
Nov17

Vencer e viver!

Ricardo Jorge Pereira

São, anualmente, detectados 50 a 60 mil casos de cancro em Portugal.

É um drama, sei-o, para os doentes, para as suas famílias e deveria sê-lo, também, para a sociedade.

Li, recentemente, o livro O cancro que o Prof. Manuel Sobrinho Simões, um dos maiores especialistas da Oncologia ao nível mundial, escreveu há já alguns anos.

Referiu o Prof. que se registava, então, «a cura ou o controlo da doença em cerca de 55% dos doentes».

Explicou, igualmente, que «dado que cerca de 95% dos cancros podem ser considerados de «causa» ambiental, faz sentido apostar na chamada prevenção primária, sinónimo do conjunto de acções destinadas à diminuição da exposição aos factores de risco, com o objectivo de diminuir a ocorrência da doença».

Pelo que, assim, “apostava” «muito mais na prevenção primária «antiga» - isto é, é preciso convencer as pessoas a deixarem de fumar, a beber menos, a não engordarem em demasia, etc. - e na prevenção secundária, como forma de combater o fardo das doenças oncológicas».

No entanto, a apresentação do Relatório do Programa Nacional para as Doenças Oncológicas 2017 que decorreu no auditório do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP) no final do passado mês de Setembro revelou, como uma das suas principais conclusões, por assim dizer, a existência de mais casos de cancro do pulmão entre as mulheres.

De facto, voltando ao livro do Prof. Sobrinho Simões: «É fácil prever que, dentro de uma ou duas dúzias de anos, metade ou mais de metade da população virá a ter um ou mais cancros durante a vida. Teremos assim passado da actual taxa de uma em cada três para a de uma em cada duas pessoas com doença(s) cancerosa(s)».

Mas, optimista (e realista), concluiu: «Os avanços que continuam a ocorrer no tratamento dos doentes com cancro constituem outro motivo de esperança. Temos, felizmente, razões para pensar que no futuro vamos assistir a melhorias da sobrevida e, sobretudo, da sobrevida com qualidade de vida».

Espero que sim.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D