Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

uso externo

uso externo

09
Ago18

As origens da globalização

Ricardo Jorge Pereira

Não estou certo se já aqui escrevi sobre a globalização.

Talvez, se assim tiver sido, me repita.

No entanto, parece-me sempre relevante que voltemos à História para percebermos que fenómenos que hoje nos parecem ter uma origem mais ou menos recente e moderna não o têm de todo…

Escreveu, na verdade, o Professor britânico Charles Boxer – talvez «o maior historiador estrangeiro da Expansão portuguesa» – no seu “O Império Colonial Português (1415-1825)” (publicado em 1977, se não me engano) o seguinte: «Foram os exploradores portugueses e os conquistadores castelhanos da orla ocidental da cristandade que uniram, para o melhor e para o pior, os ramos separados e distantes da grande família humana. Foram eles, ainda que vagamente, os primeiros a tornar a humanidade consciente da sua unidade essencial.».

 

 

 

 

 

 

 

 

Post scriptum: escreveu também o Professor António de Oliveira de Marques no primeiro volume da sua “História de Portugal [Das Origens ao Renascimento]” que «Do ponto de vista puramente tecnológico, as grandes descobertas teriam sido possíveis nos começos já do século XIV, cem anos mais cedo do que realmente principiaram.».

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D