Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

uso externo

uso externo

13
Set18

Representantes gastronómicos em Macau

Ricardo Jorge Pereira

Li, há muito poucos dias, um texto sobre a gastronomia que se pode, actualmente, encontrar em Macau.

Ora – como, de resto, já escrevi –, não creio, efectivamente, que a gastronomia seja um traço cultural ‘menor’…

Na verdade, o escritor inglês Rudyard Kipling disse, certa vez, que a melhor maneira para compreender um país estrangeiro era cheirá-lo.

E, certamente, degustar os sabores trazidos pelo olfacto.

Assim, depois de 19 de Dezembro de 1999, e não sendo já Macau uma terra ligada aos estrangeiros, os chineses tornaram-se os principais clientes dos restaurantes de cozinha portuguesa: foram eles que, de facto, “salvaram” os restaurantes portugueses, verdadeiros “embaixadores” nacionais em terras do Oriente.

Sobretudo depois da liberalização do sector do jogo (em 2001, creio), muitos dos restaurantes portugueses têm conseguido criar pratos que têm vindo a ganhar fama na região e, claro, ‘captado’ mais clientes, dinheiro e notoriedade entre os vários milhões de turistas que, anualmente, têm visitado Macau.

Até porque, de acordo com um escritor chinês entretanto citado na imprensa, os chineses são obcecados pela comida: os ‘ocidentais’ comem para viver enquanto os chineses vivem para comer.

De qualquer das formas, têm, nos últimos anos, vindo a multiplicar-se os restaurantes de cozinha portuguesa bem como as lojas onde é possível encontrar produtos portugueses como as conservas ou o vinho, por exemplo.

Que excelentes “embaixadores”!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D