Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

uso externo

uso externo

24
Abr18

Uma vida fantástica

Ricardo Jorge Pereira

Libertou-se da eterna lei da vida (já que, como cantou Sérgio Godinho, «a morte chega sempre em vida») no início deste ano Edmundo Pedro, fundador e dirigente do Partido Socialista.

Lamento, evidentemente – como todas as mortes –, o falecimento desse cidadão.

De facto, o que me interessa abordar não é o percurso político de tal pessoa, nem o seu comportamento moral e ético até porque não o conhecia ‘directamente’.

O que me interessa, sim, é pronunciar-me sobre a frase que, um dia, terá dito Edmundo Pedro e que li na capa de um jornal que referiu a sua morte: «Tive uma vida fantástica».

Ora, acho, na verdade, fantástico que alguém – fazendo uma espécie de balanço – possa dizer que teve um percurso de vida fantástico.

Uma vida preenchida.

Não só de anos mas de experiências.

Confesso que ao ler essa frase supostamente pronunciada por Edmundo Pedro me lembrei de uma frase que tinha já lido e que havia sido escrita pelo poeta e pensador germânico Friedrich Schiller.

Depois de, claro, a ter traduzido a partir da tradução inglesa (já feita a partir do alemão): «Nunca ganharás a vida se nunca a arriscares»...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D